Tambores de Tufo

Tambores de Tufo

  • Tipo de Instrumento
  • Membranofone
  • Designações Regionais
  • Taware (Ilha de Moçambique)
  • MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO
  • Madeira , pele de Antílope e chapas metálicas
O Portal da Música Moçambicana convida a todos interessados a contribuir com informação pertinente sobre músicos, bandas, instrumentos e géneros musicais que o façam pelo email info@portaldamusica.org.mz. Obrigado pela contribuição

Apresentação

O nome genérico dos tambores unimembranófonos do Tufo, uma dança tradicional do norte do país e com grande incidência na Ilha de Moçambique, é Taware.

A designação de cada Taware varia de região para região, sendo a classificação aqui dada a que é utilizada na Ilha de Moçambique.

Normalmente tocam simultaneamente quatro tipos de tambores:

  • Bazuca — É o maior deles todos e o que produz o som mais baixo. As suas batidas são mais compassadas.
  • Ngajiza — É o tambor médio.
  • Apústua ou Costa — É ligeiramente mais pequena.
  • Duássi ou Luássi — É o mais pequeno de todos e tem um batimento seguido, pois marca o ritmo da música.

Estes tambores, que podem ter uma forma quadrada, redonda, hexagonal ou octogonal, são muito estreitos. São feitos de madeira e cobertos, apenas de um lado, com pele de antílope. Alguns destes tambores (Bazuca e Ngajiza) podem ter, lateralmente, chapinhas metálicas. Para tocar os Taware, o tocador segura-o com uma mão enquanto que com a outra percute a membrana.


Parceiros