https://static.portaldamusica.org.mz/cImages/5_0000000000/img000256-518-20220331-093930

Dygo Boy Jurus

  • NOME COMPLETO
  • Hugo Diogo Mendonça
  • NATURALIDADE
  • Maputo
  • IDADE
  • 38
  • INÍCIO CARREIRA
  • 1999
  • BASEADO
  • Maputo
  • PROVINCIA
  • Maputo (cidade)
  • INSTRUMENTOS
  • Vocalista
  • Outro
  • GÉNERO MUSICAL
  • Rap
  • Hip Hop
  • Outro(s)
O Portal da Música Moçambicana convida a todos interessados a contribuir com informação pertinente sobre músicos, bandas, instrumentos e géneros musicais que o façam pelo email info@portaldamusica.org.mz. Obrigado pela contribuição

Biografia

Hugo Diogo Mendonça (nascido no dia 25 de abril de 1985 de nacionalidade moçambicana natural de Maputo), é apresentador, cantor, compositor e produtor.

Ele foi criado pela tia Vitória Dias Diogo a Ministra do Trabalho Emprego e Segurança Social em Moçambique.

Dygo Boy como é carinhosamente tratado pelos fãs, é um dos mais polémicos MC’s do Hip-Hop em Moçambique, Dygo carrega a Bandeira do chamado “Floss Rap”, considerado um tema muito polémico para o estilo de vida dum cidadão comum Moçambicano.

O Grupo 360° (1999-2003)

Cresceu no Bairro da Coop, em Maputo, onde começou a “Droppar” nos meados de 1999 com o Grupo 360° onde tinha como colegas: Dynomite, Denny OG, Bala de Prata, Suky, Julie, Young Sixties, Chamil. Influenciado por Jay Z, Noutorios B.I.G, Nas, Ugk, e Scarface, Duas Caras, Azagaia, Big Neo. Ganha visibilidade no ano 2000 com actuações nos palcos do Txova ao lado do seu grupo de freestyles no Hip-Hop time.

Em 2003 arrancou para o Cabo onde conheceu mais grupos de Hip-Hop e participou em alguns temas com rappers locais de Capeflats e Langa, participando em shows, rádio freestyles.

Magnezia (2004-2009)

Em 2004 foi recrutado por um grupo Magnezia que já fazia a sua marca nas ruas.

Em 2006 é anunciado o lançamento do primeiro CD da Magnezia intitulado “VO6 não estão preparados” com os maiores êxitos do rap street “o meu bolso, Whatbiwa, já chegamos, Ass duma model”.

Envolto em algumas polémicas, no meio deste sucesso todo não poderia existir os chamados “Beefs” que a indústria de rap oferece.

Em 2009 um pouco antes do lançamento do segundo CD “We Run Maputo”, Magnezia lançou o polémico som “Tchaya”, que parou as ruas em Moçambique, e pôs os telemóveis a tocarem constantemente

10 Mandamentos (2016)

Dygo Boy fez uma colaboração com o rapper Bander para fazer um álbum intitulado 10 Mandamentos, esta ideia deles se juntarem veio devido ao grande sucesso das músicas que eles lançavam, cada música que lançavam era muito boa que a outra.

Discografia

  • Título Pura Presença - 360°
  • Produtora XP Records
  • Ano 2000
  • Título We Run Maputo - Magnezia
  • Produtora XP Records
  • Ano 2006
  • Título Frescolandia vol.1
  • Ano 2020

Parceiros